“Maldito é o soldado que aponta sua arma para o seu próprio povo".

 Simón Bolívar


Direitos Humanos em 2 minutos - Ep #11

Após a abolição da escravidão, o Estado brasileiro cedeu terras aos imigrantes italianos enquanto os afrodescendentes ficaram à própria sorte. Cem anos depois, a Constituição brasileira de 1988 reconheceu a necessidade de políticas reparatórias e de proteção da cultura. Nos últimos 20 anos, jovens negros passaram a ter acesso à universidade por meio de ações afirmativas. (fonte: Imprensa Digital, 2015)

Direitos Humanos em 2 minutos (DH2) reúne artistas, realizadores e ativistas para explicar, de maneira lúdica e acessível, temas complexos como racismo, violência de gênero, justiça fiscal, migração, mobilidade urbana e mudanças climáticas, entre outros.

São 12 filmes curtos, com os atores Iara Pietricovsky e Alexandre Ribondi em cena – os dois dividem também a direção do projeto. Os textos são de Ribondi.

Foi elaborada também uma cartilha sobre direitos humanos, com os principais conceitos e legislações relativas aos temas apresentados no projeto. Esperamos que a cartilha seja uma fonte para professores, alunos e movimentos sociais interessados em discutir direitos humanos de maneira transformadora.

Saiba mais em dh2minutos.org

Direitos Humanos em 2 minutos - Ep #11
Watch the video

Direitos Humanos em 2 minutos - Ep #11

Após a abolição da escravidão, o Estado brasileiro cedeu terras aos imigrantes italianos enquanto os afrodescendentes ficaram à própria sorte. Cem anos depois, a Constituição brasileira de 1988 reconheceu a necessidade de políticas reparatórias e de proteção da cultura. Nos últimos 20 anos, jovens negros passaram a ter acesso à universidade por meio de ações afirmativas. (fonte: Imprensa Digital, 2015)

Direitos Humanos em 2 minutos (DH2) reúne artistas, realizadores e ativistas para explicar, de maneira lúdica e acessível, temas complexos como racismo, violência de gênero, justiça fiscal, migração, mobilidade urbana e mudanças climáticas, entre outros.

São 12 filmes curtos, com os atores Iara Pietricovsky e Alexandre Ribondi em cena – os dois dividem também a direção do projeto. Os textos são de Ribondi.

Foi elaborada também uma cartilha sobre direitos humanos, com os principais conceitos e legislações relativas aos temas apresentados no projeto. Esperamos que a cartilha seja uma fonte para professores, alunos e movimentos sociais interessados em discutir direitos humanos de maneira transformadora.

Saiba mais em dh2minutos.org

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Destaques

Mais Artigos

Angélica Torres -Na noite do anúncio da intervenção militar no Rio, assistindo aos noticiários da Rede Globo até a madrugada, após anos sem dar...
(38)