"A distância social mais espantosa no Brasil é a que separa e opõe os pobres dos ricos.
A ela se soma, porém, a discriminação que pesa sobre negros, mulatos e índios, sobretudo os primeiros".

Darcy Ribeiro


Leitura dos poemas de Francico Alvim faz parte do Projeto  Poesia no Mundo
Poesia como resistência e encontro

Na próxima segunda, dia 20/11, com início às 19h30, no Auditório 2 do Museu da República, Francisco Alvim será homenageado no projeto “Poesia do Mundo”.

Os poetas Maria Lucia Verdi e Nicolas Behr e João Lanari Bo vão ler os poemas. Ao final haverá um bate-papo com o autor, que mora em Brasília e faz 80 anos em 2018.

“Estaremos esperando vocês para a escuta privilegiada de uma das vozes mais importantes da nossa poesia contemporânea”, avisa Malu Verdi, produtora do Projeto, que nas edições anteriores prestou tributos à poesia argentina, chinesa e de língua alemã.

Malu lembra ainda que a poesia é um modo especial de resistir aos difíceis tempos presentes.

Vamos lá?

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Destaques

Mais Artigos