“Maldito é o soldado que aponta sua arma para o seu próprio povo".

 Simón Bolívar


Maria Maia - Poema

Numa tarde poética, no Leão da Serra, em Brasília, Maria Maia recita este poema de Mario Maia, com o qual foi cassado do mandato de deputado federal, quando o recitou no plenário, em 1968.

Maria Maia - Poema
Watch the video

Maria Maia - Poema

Numa tarde poética, no Leão da Serra, em Brasília, Maria Maia recita este poema de Mario Maia, com o qual foi cassado do mandato de deputado federal, quando o recitou no plenário, em 1968.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Destaques

Mais Artigos

Angélica Torres -Na noite do anúncio da intervenção militar no Rio, assistindo aos noticiários da Rede Globo até a madrugada, após anos sem dar...
(263)