“Maldito é o soldado que aponta sua arma para o seu próprio povo".

 Simón Bolívar


Taguatinga em Pé de Guerra

Em 1960, na cidade-satélite de Taguatinga, no Distrito Federal, a luta de um grupo de lavadeiras que se organizam para defender uma bomba d’água, dedica à cidade por Sara Kubistchek enquanto primeira-dama do país.

A bomba é então requisitada pelo engenheiro Israel Pinheiro para auxiliar na irrigação de seu parreiral na Granja do Ipê, provocando uma reação das lavadeiras e a intervenção da Guarda Especial de Brasília.

Os guardas são expulsos da região a pauladas e a bomba fica garantida pela vigília permanente das mulheres, até quando Dona Sara consegue o registro de doação da bomba d’água para Taguatinga.

O filme conta com a atuação da atriz Izabela Brochado.

Taguatinga em Pé de Guerra
Watch the video

Taguatinga em Pé de Guerra

Em 1960, na cidade-satélite de Taguatinga, no Distrito Federal, a luta de um grupo de lavadeiras que se organizam para defender uma bomba d’água, dedica à cidade por Sara Kubistchek enquanto primeira-dama do país.

A bomba é então requisitada pelo engenheiro Israel Pinheiro para auxiliar na irrigação de seu parreiral na Granja do Ipê, provocando uma reação das lavadeiras e a intervenção da Guarda Especial de Brasília.

Os guardas são expulsos da região a pauladas e a bomba fica garantida pela vigília permanente das mulheres, até quando Dona Sara consegue o registro de doação da bomba d’água para Taguatinga.

O filme conta com a atuação da atriz Izabela Brochado.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Destaques

Mais Artigos

Angélica Torres -Na noite do anúncio da intervenção militar no Rio, assistindo aos noticiários da Rede Globo até a madrugada, após anos sem dar...
(38)